close-icon

Quer mais facilidade?
Baixe o app da Humana Saúde.

Fique por dentro

11/11/20 10:45 | NOTÍCIAS

Quer tomar café sem açúcar? Veja 4 dicas para acostumar paladar

Você é do time que prefere o café com ou sem açúcar? Por mais que gostem da bebida adoçada, cada vez mais pessoas buscam retirar o açúcar para reduzir o consumo da substância, que em excesso faz mal à saúde e favorece o ganho de peso. Se é seu caso, saiba que é possível ir diminuindo a quantidade do açúcar até parar de uma vez —tudo isso gradualmente e sem mudanças bruscas na rotina.

O processo pode ser rápido ou lento, depende do seu paladar: se você gosta do café mais amargo, tirar o açúcar será mais fácil. Geralmente, você já consegue fazer isso com duas ou três semanas de adaptação, como explica Ana Paula Leal da Costa, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo. "Agora, se você é mais dependente do açúcar, pode ser que demore um pouco mais".

A seguir, veja quatro dicas para facilitar esse processo.

1. Vá aos poucos

A ideia é que, dia após dia ou semana após semana, a quantidade de açúcar diminua. "Se a pessoa costuma utilizar uma colher de sopa, ela pode trocar pela colher de sobremesa na semana seguinte. Está ficando melhor? Use a colher de café", explica Angélica Grecco, nutricionista que atua no Instituto EndoVitta e no Hospital Santa Helena.

Essa mudança gradativa é importante para reeducar as papilas gustativas —receptores localizados na língua e que fazem com que as pessoas sintam os sabores dos alimentos. "As nossas papilas gustativas precisam ser treinadas quando ficam acostumadas com quantidade excessiva de açúcar", explica a nutricionista.

2. Invista em outros adoçantes

No começo, vale trocar o açúcar refinado pelo mascavo ou demerara. "Mesmo assim, é sempre importante ficar atento com a 'ação mecânica' de colocar açúcar. O mais importante é a pessoa prestar atenção quando for adicioná-lo porque, assim, ela vai passar a utilizar menos", pontua a nutricionista da Sban (Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição) Vanderli Marchiori.

Após reduzir a quantidade de açúcar, é possível tentar novas formas de adoçar o café. São diversas opções, como adoçante, canela, cravo e até o mel. De acordo com Marchiori, tanto a canela quanto o cravo liberam uma substância que, em altas temperaturas, perfuma a bebida e traz o sabor doce.

3. Teste seu paladar

Se você é realmente fã de café, uma boa ideia é explorar linhas especiais, que tenham opções com notas mais aveludadas ou achocolatadas e que, consequentemente, podem diminuir a acidez da bebida.

Mas, para aqueles que sentem mais dificuldades em tirar o açúcar, o ideal é apostar no café mais diluído (não necessariamente aguado), evitando a linha extraforte ou o café expresso, que costumam ter o sabor mais amargo.

4. Identifique suas vontades

Pergunte-se se você toma o café para sentir o gosto da bebida ou do açúcar. Se o cafézinho após o almoço, por exemplo, for motivado apenas para suprir a vontade de comer um chocolate ou outro doce, é melhor pensar em outros caminhos. "Neste caso, é necessário uma mudança de hábito mais ampla. A ideia é ter refeições fracionadas e equilibradas. Quer comer um doce? Tente incluir uma fruta ou uma barrinha de cereal, por exemplo", diz Grecco.

O ideal é reduzir o consumo de açúcar no geral, e não só no café. Quando em excesso, o doce é prejudicial para a saúde, impactando no controle de peso e da glicemia (quantidade de açúcar no sangue). "Precisamos pensar 'lá na frente', os problemas que esse excesso de açúcar podem trazer, como diabetes e obesidade", diz a nutricionista.

Fonte: UOL
Texto: Luiza Vidal
Imagem: Freepik
Edição: C.S.